Pages

30 janeiro 2010

"E chega! Há anos peço o príncipe e só me mandam o cavalo."

28 janeiro 2010

Não tenho certeza de nada,mas a visão das estrelas me faz sonhar.' (Vincent Van Gohn)



Certezas 
Não quero alguém que morra de amor por mim…
Só preciso de alguém que viva por mim, que queira estar junto de mim, me abraçando.
Não exijo que esse alguém me ame como eu o amo,
quero apenas que me ame, não me importando com que intensidade.
Não tenho a pretensão de que todas as pessoas que gosto, gostem de mim…
Nem que eu faça a falta que elas me fazem, o importante pra mim é saber que eu, em algum momento, fui insubstituível
E que esse momento será inesquecível..
Só quero que meu sentimento seja valorizado.
Quero sempre poder ter um sorriso estampando em meu rosto, mesmo quando a situação não for muito alegre…
E que esse meu sorriso consiga transmitir paz para os que estiverem ao meu redor.
Quero poder fechar meus olhos e imaginar alguém…
e poder ter a absoluta certeza de que esse alguém também pensa em mim quando fecha os olhos,
que faço falta quando não estou por perto.
Queria ter a certeza de que apesar de minhas renúncias e loucuras,
alguém me valoriza pelo que sou, não pelo que tenho…
Que me veja como um ser humano completo, que abusa demais dos bons
sentimentos que a vida lhe proporciona, que dê valor ao que realmente
importa, que é meu sentimento… e não brinque com ele.
E que esse alguém me peça para que eu nunca mude, para que eu nunca
cresça, para que eu seja sempre eu mesmo.
Não quero brigar com o mundo, mas se um dia isso acontecer, quero ter
forças suficientes para mostrar a ele que o amor existe…
Que ele é superior ao ódio e ao rancor, e que não existe vitória sem humildade e paz.
Quero poder acreditar que mesmo se hoje eu fracassar, amanhã será outro dia,
e se eu não desistir dos meus sonhos e propósitos,
talvez obterei êxito e serei plenamente feliz.
Que eu nunca deixe minha esperança ser abalada por palavras pessimistas…
Que a esperança nunca me pareça um “não” que a gente teima em maquiá-lo de verde e entendê-lo como “sim”.
Quero poder ter a liberdade de dizer o que sinto a uma pessoa, de poder
dizer a alguém o quanto ele é especial e importante pra mim,
sem ter de me preocupar com terceiros…
Sem correr o risco de ferir uma ou mais pessoas com esse sentimento.
Quero, um dia, poder dizer às pessoas que nada foi em vão…
Que o amor existe, que vale a pena se doar às amizades e às pessoas,
que a vida é bela sim, e que eu sempre dei o melhor de mim…
e que valeu a pena.
Màrio Quintana

22 janeiro 2010

Deveria chamar-te claridade pelo modo espontâneo, franco e aberto Com que encheste de cor meu mundo escuro. [Vinicius de Moraes]



 É ele que me mantém viva. Meu maior cuidado na vida é ele. Se tudo perecesse e ele ficasse, eu continuaria a existir. E se tudo o mais ficasse, e ele fosse aniquilado,o mundo se tornaria um terrível estranho,e seria incapaz de ter parte dele. Meu amor por Linton é como folhagem do bosque: o tempo há de mudá-lo como o inverno muda as árvores, isso eu sei muito bem. E o meu amor por Heathcliff é como as rochas eternas que nos sustentam; uma fonte de felicidade quase invisível, mas imprescindíveis . Eu sou Heathcliff. Sempre, sempre o tenho em meu pensamento. Não como um prazer, porque eu também não sou um prazer para mim própria, mas como o meu próprio ser. Portanto, não fale mais em separação: é impraticável"

Emile Brönte- O Morro dos Ventos Uivantes

"E eu me pergunto se viver não será essa espécie de ciranda de sentimentos que se sucedem e se sucedem e deixam sempre sede no fim." (C.F.A)




"Não voltaria no tempo para consertar meus erros, não voltaria para a inocência que eu tinha - e tenho ainda. 
Terei saudades da ingenuidade que nunca perdi? Não tenho saudades nem de um minuto atrás. Tudo o que eu fui prossegue em mim."



(Martha Medeiros)

21 janeiro 2010

"Se eu pudesse me resumir, diria que sou irremediável."


Minha alma tem o peso da luz. 
Tem o peso da música. 
Tem o peso da palavra nunca dita, prestes quem sabe a ser dita. 
Tem o peso de uma lembrança. 
Tem o peso de uma saudade. 
Tem o peso de um olhar. 
Pesa como pesa uma ausência. 
E a lágrima que não se chorou. 
Tem o imaterial peso da solidão no meio de outros." 


[Clarice Lispector]

19 janeiro 2010

"A magia é visível apenas para aqueles que sabem olhar..."


 
 
 
 
 '...Se você ouvisse as vozes que ouço à noite

 
 
acharia tudo o que eu faço natural...'



[Humberto Gessinger]

18 janeiro 2010



Em meus sonhos...
"Onde estás, que não te sinto no vento...
Somente ouço os teus pensamentos entre as flores a me procurar...
Onde estás que não te percebo no orvalho...
nem sinto os teus beijos quando nos teus versos me espalho...
Vou-me agora, a adormecer meus pensamentos...
adormecida estando, certeza tenho de te encontrar...
onde habitas naturalmente...
nos meus sonhos!!"

Rosane Oliveira

17 janeiro 2010

“Às vezes é um instante, a tarde faz silêncio, o vento sopra a meu favor” Lenine




"Escrever é procurar entender, é procurar reproduzir o irreproduzível, 
é sentir até o último fim o sentimento que permaneceria apenas vago e sufocador. 
Escrever é também abençoar uma vida que não foi abençoada"
(Clarice Lispector)

16 janeiro 2010



"Quem já passou por essa vida e não viveu

Pode ser mais, mas sabe menos do que eu
Porque a vida só se dá pra quem se deu
Pra quem amou, pra quem chorou, pra quem sofreu "





            
 
 Vinícius de Moraes

Razão de Ser...





"Já escondi um AMOR com medo de perdê-lo, já perdi um AMOR por escondê-lo.
Já segurei nas mãos de alguém por medo, já tive tanto medo, ao ponto de nem sentir minhas mãos.
Já expulsei pessoas que amava de minha vida, já me arrependi por isso.
Já passei noites chorando até pegar no sono, já fui dormir tão feliz, ao ponto de nem conseguir fechar os olhos.
Já acreditei em amores perfeitos, já descobri que eles não existem.
Já amei pessoas que me decepcionaram, já decepcionei pessoas que me amaram.
Já passei horas na frente do espelho tentando descobrir quem sou, já tive tanta certeza de mim, ao ponto de querer sumir.
Já menti e me arrependi depois, já falei a verdade e também me arrependi.
Já fingi não dar importância às pessoas que amava, para mais tarde chorar quieta em meu canto.
Já sorri chorando lágrimas de tristeza, já chorei de tanto rir.
Já acreditei em pessoas que não valiam a pena, já deixei de acreditar nas que realmente valiam.
Já tive crises de riso quando não podia.
Já quebrei pratos, copos e vasos, de raiva.
Já senti muita falta de alguém, mas nunca lhe disse.
Já gritei quando deveria calar, já calei quando deveria gritar.
Muitas vezes deixei de falar o que penso para agradar uns, outras vezes falei o que não pensava para magoar outros.
Já fingi ser o que não sou para agradar uns, já fingi ser o que não sou para desagradar outros.
Já contei piadas e mais piadas sem graça, apenas para ver um amigo feliz.
Já inventei histórias com final feliz para dar esperança a quem precisava.
Já sonhei demais, ao ponto de confundir com a realidade... Já tive medo do escuro, hoje no escuro "me acho, me agacho, fico ali".
Já cai inúmeras vezes achando que não iria me reerguer, já me reergui inúmeras vezes achando que não cairia mais.
Já liguei para quem não queria apenas para não ligar para quem realmente queria.
Já corri atrás de um carro, por ele levar embora, quem eu amava.
Já chamei pela mamãe no meio da noite fugindo de um pesadelo. Mas ela não apareceu e foi um pesadelo maior ainda.
Já chamei pessoas próximas de "amigo" e descobri que não eram...
Algumas pessoas nunca precisei chamar de nada e sempre foram e serão especiais para mim.
Não me dêem fórmulas certas, porque eu não espero acertar sempre.
Não me mostre o que esperam de mim, porque vou seguir meu coração!
Não me façam ser o que não sou, não me convidem a ser igual, porque sinceramente sou diferente!
Não sei amar pela metade, não sei viver de mentiras, não sei voar com os pés no chão.
Sou sempre eu mesma, mas com certeza não serei a mesma pra SEMPRE!
Gosto dos venenos mais lentos, das bebidas mais amargas, das drogas mais poderosas, das idéias mais insanas, dos pensamentos mais complexos, dos sentimentos mais fortes.
Tenho um apetite voraz e os delírios mais loucos.
Você pode até me empurrar de um penhasco q eu vou dizer:
- E daí? EU ADORO VOAR!"




[Clarice Lispector]

08 janeiro 2010

O Homem é do tamanho do seu sonho. (Fernando Pessoa)


 
Posso ter defeitos, viver ansioso e ficar irritado algumas vezes, 
mas não esqueço de que minha vida é a maior empresa do mundo.
E que posso evitar que ela vá a falência.
Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver apesar de todos os desafios,

incompreensões e períodos de crise.
Ser feliz é deixar de ser vítima dos problemas e se tornar um autor da própria história.
É atravessar desertos fora de si, 

mas ser capaz de encontrar um oásis no recôndito da sua alma .
É agradecer a Deus a cada manhã pelo milagre da vida.

Ser feliz é não ter medo dos próprios sentimentos.

É saber falar de si mesmo.

É ter coragem para ouvir um 'não'.

É ter segurança para receber uma crítica, mesmo que injusta.


Pedras no caminho?

Guardo todas, um dia vou construir um castelo...

(Fernando Pessoa)

06 janeiro 2010

Poucos pontos. Muitas virgulas...

 
No retrato que me faço - traço a traço - 
às vezes me pinto nuvem, às vezes me pinto árvore... 
às vezes me pinto coisas de que nem há mais lembrança... 
ou coisas que não existem mas que um dia existirão... e, 
desta lida, em que busco - 
pouco a pouco - minha eterna semelhança, 
no final, que restará? 
Um desenho de criança... 
Terminado por um louco!

(Mário Quíntana)

"Se escrevo o que sinto é porque assim diminuo a febre de sentir. O que confesso não tem importância, pois nada tem importância. Faço paisagens com o que sinto." (Fernando Pessoa)





"Cada palavra que falei
lembra uma história
que eu nem mesmo sei
mas como vento,
vem tão depressa
A verdade é bem mais forte
vou deixar
que o destino mostre a
direção
Foi pouco tempo
mas valeu
vivi cada segundo
quero o tempo que passou"


(Vinicius e Dimitri Gutierrez)

04 janeiro 2010





"Eu poderia ter dito muitas coisas, mais não disse uma só palavra.
Era o medo evitando  que qualquer coisa me despertasse aquele momento..."


(Emili Martimiano) 




" E que a força do medo que tenho
não me impeça de ver tudo que anseio
Que a morte de tudo que eu acredito
não me tape os ouvidos e a boca
Porque metade de mim é o que grito
mas a outra metade é silêncio..."



Oswaldo Montenegro





" Que seja doce"